Início do cabeçalho do portal da UFERSA

Ecologia

O que é Ecologia?

O termo Ecologia foi utilizado pela primeira vez por Ernst Haeckel em 1869. Etimologicamente significa estudo da casa, sendo que o radical de origem grega oikos, e sua derivação latina eco denota casa ou lar. A casa da qual faz-se referência é o planeta Terra. Embora a ecologia permaneça firmemente radicada na Biologia, ela já ganhou a maioridade como uma ciência integradora, que une os processos físicos e biológicos e que serve de ligação entre as ciências naturais e as ciências sociais. De acordo com o renomado Ecólogo Eugéne P. Odum, a Ecologia não é mais uma subdivisão da Biologia, mas uma ciência separada que integra organismos, o ambiente físico e os seres humanos. A Ecologia é a ciência que estuda como os organismos interagem entre si e com o mundo natural. Um sistema ecológico pode ser um organismo, uma população, um conjunto de populações vivendo juntos, um ecossistema ou  toda a biosfera.

 

Desde muito cedo na história humana, à ecologia era de interesse prático. Para sobreviver na sociedade primitiva, todos os indivíduos precisavam conhecer o seu ambiente, ou seja, as forças da natureza e os vegetais e animais que faziam parte dela. Atualmente, devido principalmente aos avanços tecnológicos, parece que dependemos menos do ambiente natural para suprir as nossas necessidades diárias. Esquecemos que a nossa dependência da natureza ainda continua. Além disso, os sistemas econômicos as coisas feitas por seres humanos que trazem benefícios primariamente para o indivíduo, mas dão pouco valor aos produtos e “serviços” da natureza que trazem benefício para toda a sociedade. Enquanto não ocorre uma crise, aproveitamos esses “serviços e produtos” naturais sem pensar. Acreditamos que são ilimitados ou, de certa forma, substituíveis por inovações tecnológicas, apesar das evidências atuais indicarem o contrário. O termo ecologia passou a ter uso geral somente no fim dos anos 1800, quando os cientistas americanos e europeus começaram a se autodenominar ecólogos. As primeiras sociedades e periódicos dedicados à Ecologia surgiram nas primeiras décadas do século vinte. Desde então, a Ecologia tem passado por um enorme crescimento e diversificação, e os ecólogos profissionais agora são em número de dezenas de milhares. A ciência Ecologia produziu um imenso corpo de conhecimento acerca do mundo que nos rodeia. Ao mesmo tempo, o rápido crescimento da população humana acelerou a deterioração dos ambientes aquáticos e terrestres. Como conseqüência à compreensão ecológica é agora necessária mais do que nunca para aprendermos sobre as melhores formas de manejar as bacias hidrográficas, as terras cultivadas e os recursos hídricos dos quais a humanidade depende para a alimentação, suprimento de água, proteção contra catástrofes naturais e saúde pública.

 

 

Desde muito cedo na história humana, à ecologia era de interesse prático. Para sobreviver na sociedade primitiva, todos os indivíduos precisavam conhecer o seu ambiente, ou seja, as forças da natureza e os vegetais e animais que faziam parte dela. Atualmente, devido principalmente aos avanços tecnológicos, parece que dependemos menos do ambiente natural para suprir as nossas necessidades diárias. Esquecemos que a nossa dependência da natureza ainda continua. Além disso, os sistemas econômicos as coisas feitas por seres humanos que trazem benefícios primariamente para o indivíduo, mas dão pouco valor aos produtos e “serviços” da natureza que trazem benefício para toda a sociedade. Enquanto não ocorre uma crise, aproveitamos esses “serviços e produtos” naturais sem pensar. Acreditamos que são ilimitados ou, de certa forma, substituíveis por inovações tecnológicas, apesar das evidências atuais indicarem o contrário. O termo ecologia passou a ter uso geral somente no fim dos anos 1800, quando os cientistas americanos e europeus começaram a se autodenominar ecólogos. As primeiras sociedades e periódicos dedicados à Ecologia surgiram nas primeiras décadas do século vinte. Desde então, a Ecologia tem passado por um enorme crescimento e diversificação, e os ecólogos profissionais agora são em número de dezenas de milhares. A ciência Ecologia produziu um imenso corpo de conhecimento acerca do mundo que nos rodeia. Ao mesmo tempo, o rápido crescimento da população humana acelerou a deterioração dos ambientes aquáticos e terrestres. Como conseqüência à compreensão ecológica é agora necessária mais do que nunca para aprendermos sobre as melhores formas de manejar as bacias hidrográficas, as terras cultivadas e os recursos hídricos dos quais a humanidade depende para a alimentação, suprimento de água, proteção contra catástrofes naturais e saúde pública.

22 de setembro de 2014. Visualizações: 1026. Última modificação: 22/10/2014 08:41:40